Estudantes e Jornalistas são torturados na Venezuela

TORTURA NA VENEZUELA: DEPOIMENTOS DOS SEVICIADOS. Ou: Parece que Dilma se opõe apenas a que se torturem as “pessoas erradas”

Torturas na Venezuela

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Quarenta pessoas já morreram na Venezuela em decorrência dos protestos de rua, que tiveram início no dia 12 de fevereiro. A esmagadora maioria das vítimas é composta de manifestantes, que decidiram sair às ruas para repudiar o governo do ditador ensandecido Nicolás Maduro. Algumas foram assassinadas, sim, por homens uniformizados, mas quem mata para valer no país são os membros sem rosto das milícias criadas e armadas por Hugo Chávez. O próprio Maduro, num pronunciamento público, as estimulou a enfrentar na porrada os manifestantes. Como se fosse pouco, a tortura se generalizou no país. Reportagem da VEJA desta semana traz o depoimento de jovens que foram barbaramente seviciados pelas forças de repressão.

Eis o governo que conta com o apoio integral da ex-torturada Dilma Rousseff e da maioria dos partidos de esquerda no Brasil. A presidente brasileira deixa claro, assim, que criou uma “Comissão da Verdade” por aqui porque ela se opõe a que se torturem apenas as pessoas erradas. Quando o torturado é o “inimigo”, aí tudo bem! Assistam ao vídeo e leiam a reportagem na edição impressa da revista.

Por Reinaldo Azevedo – Revista VEJA

 

This entry was posted in Artigos, Liberdade de Imprensa, Notícias, Uncategorized and tagged , , , , , , , , , . Bookmark the permalink.

Comments are closed.